Connect with us

Brasil

Fake ou fato? Plataforma separa informações sobre a Covid-19

Publicado

em

Fake ou fato? Plataforma separa informações sobre a Covid-19

A propagação de informações inverídicas sobre o vírus dificulta o combate 

A propagação de informações inverídicas sobre a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, tem gerado dificuldade no combate ao vírus. A desinformação da população acerca do assunto tem gerado diferentes problemas, mesmo com todos os esforços dos jornalistas e cientistas. Por isso, existem iniciativas voltadas ao esclarecimento dos fatos sobre a Covid-19.

- CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO -

O Ministério da Saúde é o principal órgão no Brasil para passar informações sobre o Coronavírus. O órgão disponibiliza diferentes canais para que a população possa ter informações corretas sobre o assunto. Além do site e das redes sociais, o Ministério possui um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Nele, não é possível tirar dúvidas, mas receber e apurar informações sobre a Covid-19. O número é (61) 99289-4640.

Além das plataformas oficiais, outra iniciativa pretende ajudar. Criada por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), o projeto chamado Covid Verificado tem como proposta principal fazer a checagem científica de informações relacionadas à covid-19.

Projeto Covid Verificado

Criado por estudantes do mestrado e doutorado do Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, o projeto Covid Verificado disponibiliza resposta sobre as principais perguntas a respeito do coronavírus. Além de um site, os pesquisadores também mantêm uma página no Instagram e no Facebook.

O projeto informa sobre o tempo que ele é capaz de sobreviver em diferentes superfícies, quais as vacinas em desenvolvimento e o que se sabe sobre possíveis tratamentos. Os dados são apresentados de forma simplificada, utilizando gráficos e imagens. O objetivo é facilitar a compreensão e aproximar a população de fatos verídicos acerca do vírus. 

No site também é possível conferir as principais atualizações sobre novas pesquisas e descobertas relacionadas à nova doença. Os usuários também podem enviar suas perguntas diretamente para os pesquisadores. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2020 Portal de Pinhal - CNPJ 32.963.468/0001-78 - Todo conteúdo do site pode ser reproduzido, desde que citada a fonte.