Siga-nos em

Geral

Assassino da creche em Santa Catarina planejou crime por 10 meses, revela polícia

Publicado

em

© Foto Reprodução

Com o avanço das investigações, a Polícia Civil de Santa Catarina descobriu mais detalhes sobre como assassino agiu no dia 4 de maio. Testemunhas relataram ao delegado que, após cometer os crimes, o jovem de 18 anos teria dito que planejava o atentado há 10 meses. Ele também teria usado rojões para assustar as pessoas no local.

Logo depois de cometer os ataques, ele teria dito para pessoas que estavam no local que seu objetivo era invadir a escola Escola de Educação Básica Rodrigues Alves, onde estudava até o ano passado.

Após coletar depoimentos dos familiares e analisar informações do celular do autor nesta quinta-feira (6), o delegado disse que está “conseguindo montar o perfil do assassino” e a Polícia Civil está “caminhando para descobrir uma motivação”.

O delegado Jerônimo Marçal já havia dito que o jovem é “um rapaz problemático” que, segundo a família, passava muito tempo no quarto jogando games violentos e sofria bullying na escola.

Fabiano Kipper Mai está internado num hospital da região em estado grave. A polícia civil tentará ouvir o assassino assim que ele conseguir falar.

Compartilhe esta notícia

Clique aqui