Siga-nos em

Geral

Novo ministro do Meio Ambiente já foi produtor de café e membro da Sociedade Rural Brasileira

Publicado

em

© Foto Cleia Viana/Arquivo/Câmara dos Deputados/

No mesmo despacho em que exonerou o agora ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o presidente Jair Bolsonaro nomeou nesta quarta-feira, dia 23, como substituto Joaquim Álvaro Pereira Leite, que é o atual secretário da Amazônia e Serviços Ambientais.

Conforme o currículo de Leite que consta no sistema da pasta, ele é formado em administração de empresas, com especialização em gestão pelo Insper, e está no governo Bolsonaro desde julho de 2019 – antes, foi diretor do Departamento Florestal.

Em sua carreira profissional, Leite foi conselheiro da Sociedade Rural Brasileira (SRB) por mais de 23 anos e proprietário-administrador da Fazenda Alvorada, que produz café em São Paulo. Também trabalhou como consultor administrativo da loja Suplicy Cafés Especiais e como diretor da empresa Neobrax, do ramo farmoquímico.

Servidores do ministério disseram que ele chegou ao posto por indicação de Ricardo Salles, que recebeu manifestações públicas de apoio da SRB durante a sua gestão.

Compartilhe esta notícia

Clique aqui