Siga-nos em

Política

Prefeitura de SP recua e vai exigir ‘passaporte da vacina’ apenas em eventos

Publicado

em

© Foto Reprodução / Olhar Digital

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou na manhã desta segunda-feira (23/08) que a cidade exigirá a apresentação de um “passaporte da vacina” para a entrada em bares, restaurantes, congressos, feiras de negócios e jogos de futebol. O estabelecimento que estiver com um frequentador não imunizado contra a covid-19 será multado.

Horas mais tarde, no entanto, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, disse ao Estado de S. Paulo que a verificação não será obrigatória para bares, restaurantes e shoppings. Segundo Aparecido, a prioridade é a cobrança do “passaporte da vacina” na entrada de congressos, jogos de futebol e outros eventos.

A comprovação poderá ser feita com a carteirinha de vacinação ou por meio de um aplicativo que está em fase de testes e será lançado até a próxima sexta-feira, 27, com leitura por QR Code. O app estará hospedado na plataforma e-Saúde, e a identificação poderá ser feita por dispositivos eletrônicos como tablet, celular e similares.

*Com informações da Oeste e Estado de SP.

Compartilhe esta notícia

Clique aqui