Siga-nos em

Geral

Prefeito de Guarujá (SP) e secretário de Educação são presos em operação da PF

Operação apura um esquema de desvio de dinheiro na rede pública de saúde.

Publicado

em

© Prefeito de Guarujá, Valter Suman, foi preso durante operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (15) — Foto: Adriana Cutino/G1

O prefeito de Guarujá Válter Suman (PSDB) e o secretário de Educação, Marcelo Nicolau, foram presos em flagrante pela Polícia Federal nesta quarta-feira (15). A residência do prefeito foi alvo de um dos mandados de busca e apreensão da operação para apurar um esquema de desvio de dinheiro na rede pública de saúde. As informações são do portal G1.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do secretário de Educação e também do prefeito de Guarujá. Nos imóveis de ambos, foram encontradas grande quantia em dinheiro. Os dois foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Santos para prestar esclarecimentos.

Prefeito de Guarujá, Válter Suman foi encaminhado para a Delegacia Federal de Santos e, posteriormente, preso — Foto: Rodrigo Nardelli/G1

Por volta de 18h30, o prefeito e o secretário foram levados no camburão da viatura da Polícia Federal, após horas prestando esclarecimentos na sede do órgão federal. Segundo apurado pela reportagem, ambos serão levados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente. Os políticos passarão por audiência de custódia nesta quinta-feira (16).

A investigação acontece desde o início do ano e começou quando o Ministério Público do Estado de São Paulo indicou que haviam indícios de irregularidades no contrato entre a Prefeitura de Guarujá e a Organização Social Pró-Vida, que é responsável por administrar a UPA da Rodoviária e 15 Unidades de Saúde de Família (Usafa). O caso foi encaminhado ao Ministério Público Federal e para a PF por envolver verba pública.

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Guarujá — Foto: Divulgação/Thiago Rodrigues

Nesta quarta-feira, durante a operação, agentes da Polícia Federal, por volta das 6h, chegaram ao Paço Municipal de Guarujá, localizado na Avenida Santos Dumont, 800, na Vila Santo Antônio. Eles se dirigiram ao local para cumprir mandados de busca e apreensão e também foram no prédio onde ficam as secretarias municipais.

A operação da Polícia Federal está sob sigilo, e é realizada em outras partes do Brasil, como São Paulo e Rio de Janeiro. Durante a manhã, pelo menos dez mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Compartilhe esta notícia