Siga-nos em

Mundo

Moscou ordena lockdown de 11 dias em meio a alta de casos e mortes por Covid-19

De 28 de outubro a 7 de novembro apenas farmácias e supermercados permanecerão abertos

Publicado

em

© Foto Sergei Kiselev / Moskva News Agency

A capital da Rússia, Moscou, anunciou nesta quinta-feira (21) um lockdown a partir do dia 28 para combater uma alta na incidência de Covid-19.

A media foi confirmada pelo prefeito, Sergei Sobyanin. Todas as lojas, bares e restaurantes serão obrigados a fechar, exceto aqueles que vendem bens essenciais, como supermercados e farmácias.

O presidente russo, Vladimir Putin, aprovou na quarta-feira (20) o fechamentos dos ambientes de trabalho por uma semana, entre 30 de outubro e 7 de novembro.

A Rússia registrou nesta quinta uma alta diária recorde tanto de mortes relacionadas ao coronavírus quanto de novas infecções pela Covid-19. Líderes regionais estão autorizados a adotar outras medidas complementares. 

Compartilhe esta notícia

Clique aqui