Siga-nos em

Mundo

Putin ordena que forças nucleares entrem em alerta máximo

Declaração foi dada neste domingo (27), quarto dia da invasão russa à Ucrânia.

Publicado

em

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, deu ordem neste domingo (27/2) para que o comando militar de seu país coloque as armas nucleares de represália em posição de alerta grave, depois de ouvir declarações que considerou agressivas de representantes dos países que fazem parte da Otan.

“Como vocês podem ver, países do Ocidente não só tomam medidas não amistosas contra nós na dimensão econômica —eu me refiro às sanções que todos conhecem bem e também aos principais dirigentes que lideram a Otan que se permitem fazer declarações agressivas em relação ao nosso país”, ele afirmou na TV estatal.

“Dessa forma, comando ao ministro da Defesa para que as forças de deterrência do país estejam de prontidão”, disse Putin.

De acordo com meios de comunicação russos, essas forças estratégicas são entendidas como uso de armas nucleares.

Putin
Presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Este já é o 4º dia de invasão à Ucrânia. O ataque começou na quinta-feira (24/2). Desde o primeiro dia até hoje, as tropas russas já tomaram o comando da zona de exclusão de Chernobyl e continuam cercando Kiev, a capital do país.

*Com informações da Reuters e Jovem Pan News.

Compartilhe esta notícia

Clique aqui