Siga-nos em

Policial

Veja quem são os 16 criminosos mais procurados pela polícia de São Paulo

Publicado

em

16 criminosos mais procurados pela polícia de São Paulo
© Foto Divulgação | Polícia Civil de SP

A Polícia Civil de São Paulo mantém uma lista que reúne os criminosos mais procurados do estado. A lista tem 16 pessoas que cometeram crimes de repercussão ou que são consideradas de “alta periculosidade”. (veja abaixo)

Dentre os crimes que são atribuídos aos integrantes da lista, estão: assassinatos violentos ou em série, tráfico de drogas, fugas do sistema prisional e envolvimento com o Primeiro Comando da Capital.

A secretaria ainda ressalta que denúncias sobre os procurados podem ser feitas pelo telefone 181 ou pelo site da Polícia Civil. Não é necessário se identificar as informações são sigilosas.

Os mais procurados pela Polícia Civil

PAULO – 51 ANOS

Paulo Cupertino 51 anos – Incluído na Difusão Vermelha da Interpol. Acusado de homicídio por ter matado a tiros o ator Rafael Miguel e os pais dele, em junho de 2019. Depois, segundo as investigações, teria ido para o Mato Grosso do Sul e depois fugido para o Paraguai. Mas não há mais informações sobre seu paradeiro.

ANDRÉ – 44 ANOS

André do RAP – 44 anos – Traficante apontado como um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Estava preso desde setembro de 2019 e foi solto com um habeas corpus concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, em outubro de 2020. Horas depois, o presidente do STF, Luiz Fux, suspendeu a decisão, porém ele segue foragido.

CAIO – 27 ANOS

Caio Rodrigues – 27 anos – É procurado por ter assassinado um jovem em 2013, no estacionamento do McDonalds após uma briga, na zona oeste de São Paulo. Em 2015, Caio foi condenado a 12 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado. A Polícia Civil oferece recompensa de R$ 2.500 a denúncia que leve a sua prisão.

RICARDO – 30 ANOS

Ricardo Vieira Diniz – 30 anos – Participação no sequestro, tortura e homicídio da policial militar Juliane dos Santos Duarte. O crime ocorreu entre os dias 2 a 6 de agosto de 2018, na comunidade de Paraisópolis, zona sul de São Paulo.

MARCOS – 45 ANOS

Marcos Guerreiro – 47 anos – Acusado de ter participado do assassinato da estudante de Direito Margareth Bispo Rodrigues de Amorim, de 23 anos, em 2003, na capital paulista. O mandante do crime foi Fernando Zanoni Centrone, que era ex-namorado da vítima, e Guerreiro foi o executor.

HORÁCIO – 30 ANOS

Horácio Lazareno – 30 anos – Acusado de matar a própria filha, Letícia Tanzi, após deixar a prisão, no dia 3 de outubro de 2018, em São Roque. Sua cunhada havia o denunciado por estupro, ao sair da cadeia para responder em liberdade, foi denunciado pela filha e a matou a facadas.

WILLIAM – 27 ANOS

William Ambrosio – 27 anos – Acusado de participar de uma quadrilha especializada em roubos. Ele e mais três pessoas foram condenadas por terem roubado a residência de uma pessoa idosa, na qual foram subtraídos R$ 50 mil em joias. Três dos indivíduos foram presos, mas William permanece foragido. Segundo a Polícia Civil, é contumaz neste delito e “de alta periculosidade”.

CÍCERO – 42 ANOS

Cícero Oliveira Dos Santos (Nego) – 42 anos – Acusado de assassinar, em 2007, um delegado aposentado da Polícia Civil e seus dois filhos. Considerado “extremamente perigoso” pela polícia pois registra outros crimes em Suzano, Cotia e São Roque.

SONIA – 61 ANOS

Sonia Aparecida Rossi (Maria do Pó) – 61 anos – Conhecida como a Maria do Pó é tida como a traficante mais famosa do Brasil. Condenada a mais de 50 anos de prisão pela comercialização de grandes quantidades de drogas é ligada ao PCC, fugiu da Penitenciária Feminina de Santana, zona norte de São Paulo, em março de 2006.

FABRÍCIO – 25 ANOS

Fabrício Pazini Aguiar Sousa – 25 anos – Acusado de participar do sequestro e homicídio de Vilma Rodrigues Ribeiro, em 2016, em São Paulo. Segundo denúncia do MPSP, ele e mais seis pessoas sequestraram a mulher no Parque do Carmo, na zona leste da capital, e pediram R$ 500 mil pelo resgate. Ela ficou dois dias em cativeiro, depois foi morta enforcada com uma corda e enterrada na chácara onde havia sido mantida refém. Todos foram condenados em 2019.

WELLINGTON – 45 ANOS

Wellington Rodrigues Ferreira Oliveira (Gordo) – 45 anos – É procurado por roubo, homicídio e por organizar motins dentro de presídios. O criminoso tem 1,79 m de altura, pele branca, olhos e cabelos castanhos e se destaca com tatuagens de duende e mago no braço direito, além de uma tatuagem de cão da raça Rottweiller e letras orientais no braço esquerdo.

WILLIAN – 50 ANOS

Willian Gaona Becerra – 50 anos – O criminoso argentino era integrante da quadrilha de Maurício Hernandez Norambuena, que em 2001 sequestrou o publicitário Washington Olivetto, em São Paulo. Willian fugiu da prisão em 2010, quando, segundo a Polícia Civil, recebeu benefício de saída temporária.

MARCÃO – 59 ANOS

Luis Marcos De Medeiros (Marcão) – 59 anos – Suspeito de participar de roubo a transportadoras em 1993 e aos bancos Real e Nacional, em 1996. Em 2005, foi apontado como participante de um roubo à empresa Nestlé. Tem um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

MARCO – 48 ANOS

Marco Rodolfo Rodrigues Ortega – 48 anos – criminoso chileno era integrante da quadrilha de Maurício Hernandez Norambuena, que em 2001 sequestrou o publicitário Washington Olivetto, em São Paulo. Willian fugiu da prisão em 2010.

SANDOVAL – 33 ANOS

Sandoval Amadeu Lopes – 33 anos – Condenado por homicídio duplamente qualificado, ocorrido no ano de 2011, no município de Santo André.

DIEGO – 37 ANOS

Diego Fernando Mendes – 37 anos – Condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato de um engenheiro em 2006, na cidade de Campinas.

Compartilhe esta notícia

Clique aqui