Siga-nos em

Mundo

EUA: Flórida torna obrigatório ensino sobre os crimes cometidos no comunismo

“Dia das Vítimas do Comunismo”

Publicado

em

EUA Flórida torna obrigatório ensino sobre os crimes cometidos no comunismo
© Crianças durante a grande fome na Ucrânia, no início da década de 1930. | Foto: Wikipedia/Reprodução

O governador da Flórida, Ron DeSantis, assinou uma lei na segunda-feira (09/05/22) para criar o “Dia das Vítimas do Comunismo” a ser comemorado em 7 de novembro. Neste dia, os professores de escolas públicas deverão dedicar ao menos 45 minutos ensinando aos alunos quem são os líderes comunistas e quais crimes cometeram em seus regimes.

A decisão entra em vigor para o ano letivo de 2023-2024 e sugere ensinamentos sobre Joseph Stalin, Mao Zedong e Fidel Castro. De acordo com a norma, os professores devem ensinar sobre “pobreza, fome, migração, violência letal sistêmica e supressão do discurso” que ocorreram sob esses regimes.

A vice-governadora da Flórida, Jeanette Núñez, de origem cubana, afirmou que, se há um lugar no mundo onde a importância da liberdade é conhecida, é Miami, por causa dos muitos exilados que recebeu.

Em espanhol, Núñez disse que “cubanos, nicaraguenses e venezuelanos estão unidos na luta pela liberdade”. Ela disse ainda que essa legislação é “importante” porque “não vai apenas educar os nossos filhos, mas também os filhos dos nossos filhos”.

Siga o @pinhalportal no Instagram e no Google News. Participe também do WhatsApp e do Telegram.

*Com informações da Oeste.

Compartilhe esta notícia