Connect with us

Política

Votação para presidente já se encerrou em 44 países, informa TSE

Publicado

em

Até as 11h de hoje (2), no horário de Brasília, a votação no primeiro turno das Eleições 2022 já havia se encerrado em 44 países, informou a Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os eleitores no exterior votam apenas para o cargo de presidente da República.

Neste ano, foram montadas seções eleitorais em 181 cidades estrangeiras. Segundo a Justiça Eleitoral, mais de 697 mil eleitores estão aptos a votar no exterior, aumento de 39,21% em relação às eleições gerais anteriores, em 2018.

A organização das eleições no exterior, como o envio de urnas e a abertura de seções eleitorais, fica a cargo do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). O órgão informou que já começou a receber os primeiros boletins de urna provenientes de outros países. A divulgação dos resultados oficiais, contudo, só deve começar às 17h.

Neste ano, pela primeira vez, todas as seções eleitorais do Brasil ficam abertas das 8h às 17h no horário de Brasília. Nas localidades com outro fuso horário, portanto, o horário é adaptado de acordo com o horário local.

A regra, entretanto, não se aplica aos eleitores das seções eleitorais no exterior, em que as urnas são abertas das 8h às 17h no horário local. Confira abaixo os países com fuso mais avançado em que a votação para presidente já se encerrou:

  • Arábia Saudita
  • Armênia
  • Austrália
  • Azerbaijão
  • Barein
  • Cazaquistão
  • Catar
  • China
  • Hong Kong (Província chinesa)
  • Coreia do Sul
  • Emirados Árabes Unidos
  • Estônia
  • Etiópia
  • Filipinas
  • Finlândia
  • Índia
  • Indonésia
  • Japão
  • Malásia
  • Nepal
  • Omã
  • Tailândia
  • Taiwan
  • Timor-Leste
  • Vietnam
  • Geórgia
  • Grécia
  • Irã
  • Iraque
  • Israel
  • Jordânia
  • Kuwait
  • Líbano
  • Myanmar
  • Palestina
  • Paquistão
  • Quênia
  • Romênia
  • Rússia (federação russa)
  • Singapura
  • Sri Lanka
  • Tanzânia
  • Turquia
  • Nova Zelândia

Siga o @portaldepinhal no Instagram, no Facebook e no Google News.

*Com informações da Agência Brasil

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade