Siga-nos em

Economia

Auxílio Brasil de fevereiro começa a ser pago hoje; confira calendário

556,54 mil novas famílias entraram na folha de pagamento e o número de contemplados em um mês passa de 17,5 milhões para 18,05 milhões de famílias

Publicado

em

Auxilio Brasil
© Foto Marcello Casal Jr | Agência Brasil

A Caixa começa a pagar hoje (14) a parcela de fevereiro do Auxílio Brasil. Recebem, nesta segunda-feira, os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) final 1. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguirão o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Segundo dados do Ministério da Cidadania, 556,54 mil novas famílias entraram na folha de pagamento. Com as inclusões, o benefício bate novo recorde de contemplados em um mês, passando de 17,5 milhões para 18,05 milhões de famílias em fevereiro.

Calendário do Auxílio Brasil em fevereiro de 2022

Data de pagamentoQuem recebe
14 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 1
15 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 2
16 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 3
17 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 4
18 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 5
21 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 6
22 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 7
23 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 8
24 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 9
25 de fevereiroBeneficiários com NIS de final 0

Fonte: Caixa Econômica Federal

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga emprego ou tenha filho que se destaque em competições esportivas, científicas e acadêmicas.

Podem receber o benefício famílias com renda per capita até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e até R$ 200, em condição de pobreza.

Leia também

Compartilhe esta notícia

Clique aqui