Siga-nos em

Futebol

Palmeiras atropela São Paulo e vence final com placar elástico

Publicado

em

Palmeiras atropela São Paulo e vence final com placar elástico
© Foto Reprodução | S.E. Palmeiras

No último domingo (03), os torcedores do Palmeiras presenciaram uma das melhores atuações do time na temporada, talvez a melhor, o que lhes garantiu o título do Campeonato Paulista 2022 – o 24º na estante de troféus do time alviverde.

O triunfo por 4 x 0 sobre o São Paulo foi um verdadeiro atropelo, que ajudou a escrever mais um capítulo na vitoriosa trajetória da comissão técnica comandada por Abel Ferreira. Em boa parte, o ótimo resultado se deu pelo comportamento do Porco no Allianz Parque, que foi bem diferente do visto na última quarta-feira, quando a equipe perdeu para o São Paulo por 3 x 1. Precisando correr atrás do resultado, o Palmeiras entrou em campo com um foco em mente e conseguiu implementar seu plano de jogo com perfeição. 

Recebendo o apoio da torcida, a equipe alviverde partiu para cima do rival desde o início da partida e logo construiu uma vitória com um placar elástico, tendo ainda diversas chances desperdiçadas no campo de ataque. Sem dúvidas o ótimo resultado deixou a torcida alviverde feliz, principalmente aqueles torcedores que acreditavam tanto na retomada do Verdão que utilizaram as diversas promoções oferecidas pelas casas de apostas online para palpitar na equipe nessa grande final. Nessas plataformas, além de poder palpitar em uma grande gama de eventos esportivos, o usuário tem direito a bônus de boas-vindas que aumentam seu saldo inicial, assim como acesso a odds aumentadas, que em caso de acerto, incrementam a quantia angariada pelo apostador. 

O tal do dedo do treinador

Para a final, o Palmeiras entrou em campo com uma defesa sólida, graças a ótima fase de Gustavo Gomes e Marcos Rocha. Além disso, Danilo e Zé Rafael se desdobraram na marcação no meio campo, facilitando a vida da zaga alviverde. Como se não bastasse a ótima atuação defensiva, os meio-campistas ainda marcaram um gol cada um, ajudando a equipe a consolidar o placar positivo.

Jogando sem um camisa 9 de referência, o Verdão apostou em seu ataque com Dudu e Raphael Veiga, que foram decisivos na conquista desse título. Dudu infernizou o lado direito da defesa do São Paulina, enquanto Viega foi responsável por decidir a partida, balançando as redes duas vezes. 

Com o ótimo esquema montado, já que deu certo, Abel Ferreira atualmente é a bola da vez entre torcedores e críticos, que vêem o técnico como referência quando o assunto é liderança de um trabalho bem sucedido no futebol brasileiro. Trabalho que tem sido construído desde 2020, com a chegada do português ao comando do clube paulista. 

O estilo de Abel é repleto de variações táticas, e seu comportamento à beira do campo pode até ser discutível, mas seus resultados são visíveis. O português transformou o Palmeiras em uma máquina de levantar taças. Desde que chegou ao Verdão, o técnico disputou nove finais, conquistando cinco títulos, sempre implementando uma grande diversidade de táticas, o que aumenta ainda mais a credibilidade do projeto palmeirense. 

As cobranças frequentes por um camisa 9 de ofício e a implementação de um futebol mais vistoso foram por água abaixo com essa segunda partida da final do Paulistão, já que Abel conseguiu montar um esquema tático com os jogadores pressionando o São Paulo e logo no início do segundo tempo já haviam construído o placar de 3 x 0. Isso deixou sem palavras qualquer um que tivesse a audácia de criticar o seu trabalho, sendo que em campo o Verdão sobrou em intensidade, qualidade e habilidade, dando um verdadeiro baile sobre o adversário. 

A partida ainda serviu para recuperar a imagem da equipe, que ficou um pouco manchada após o péssimo jogo em que perdeu para o São Paulo – valorizando ainda mais o mérito de Abel Ferreira e o elenco palmeirense, que sem dúvidas estão marcando uma geração e colocando seu nome na história do clube.

Compartilhe esta notícia

Clique aqui