Connect with us

Geral

Prédio atingido por incêndio na 25 pode desabar; prefeitura vai pedir demolição

Publicado

em

Em entrevista à Agência Brasil, o capitão Maycon Cristo, porta-voz do corpo de Bombeiros de São Paulo, afirmou que ainda existe a possibilidade de algum colapso parcial ou total na estrutura do prédio atingido por incêndio na região da 25 de Março, na capital paulista.

“É por isso que o nosso combate é externo, a gente optou em razão de garantir a segurança do profissional bombeiro que esse combate seja externo, essa avaliação é constante”.

Na manhã desta quarta-feira (13) os bombeiros continuavam a combater focos de incêndio com gruas externas.

“Em algum momento, quando a gente vir que existe segurança de atuar em alguma parte em específico, voltamos a atuar em algumas partes internas do prédio. Por hora,  só na parte de fora”, explicou Cristo. Com essa estratégia, o bombeiro explica que o combate ao incêndio pode demorar um pouco mais. 

Segundo o capitão, dos cinco prédios atingidos, alguns já colapsaram, estão interditados, alguns correm o risco de colapsar o teto, mas são prédios menores.

“Então não teriam uma interferência ao redor, e o prédio maior, de dez andares, que ainda tem chama aberta, se ele colapsar, estão interditados alguns prédios vizinhos para que o dano seja só material e não tenha dano de vida”.

O capitão explicou ainda porque várias ruas no entorno continuam fechadas.

“Precisamos de uma área mínima aqui no centro para a gente trabalhar. Por isso que algumas ruas ainda permanecem interditadas. Mas aos poucos vai voltando”.

Incêndio no centro de São Paulo – Rovena Rosa | Agência Brasil

Prefeitura vai pedir demolição

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, disse hoje (13) que a prefeitura vai solicitar à Justiça a demolição do prédio de dez andares que está em chamas na região da 25 de Março, no centro da capital paulista, desde a noite do último domingo (10).

“Estivemos ontem, por parte dos engenheiros da prefeitura, pedindo a interdição de nove prédios. E vamos solicitar a demolição do prédio principal porque os engenheiros detectaram uma situação de risco de queda”, disse o prefeito.

Como o prédio é comercial, a prefeitura vai precisar reunir laudos de engenheiros e da Defesa Civil para encaminhar à Justiça o pedido de implosão.

“Nós vamos juntar hoje os laudos dos engenheiros, da Defesa Civil, e a procuradora-geral do município, Marina Magro, vai entrar na Justiça pedindo a demolição. Vai ser demolido por meio de implosão”, disse o prefeito.

Incêndio no centro de São Paulo – Rovena Rosa | Agência Brasil

Siga o @portaldepinhal no Instagram e no Google News. Participe também do WhatsApp e do Telegram.

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade