Connect with us

Espírito Santo do Pinhal

Crea-SP fiscaliza atividades de Agronomia

Operação foca em produtores agrícolas, usinas de cana-de-açúcar, revendedores de defensivos e fertilizantes e cédulas de crédito rural

Publicado

em

Durante toda esta semana, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo (Crea-SP) realiza uma grande força-tarefa de fiscalização no estado com foco em atividades de Agronomia. As equipes de fiscalização buscam garantir a presença de profissionais registrados no Conselho à frente de áreas específicas da cadeia produtiva de agricultura e abastecimento nas diferentes regiões paulistas. A operação teve início na segunda (26/10) e segue até sexta-feira (30/10).

“Fiscalizações como essa mostram o empenho do Conselho na busca contínua em garantir mais segurança aos profissionais e à sociedade”, destaca a Eng. Lígia Marta Mackey, vice-presidente no exercício da Presidência do Crea-SP.

Na citricultura, por exemplo, serão averiguadas todas as etapas da produção de frutas cítricas, desde mudas até os frutos e industrialização para consumo. Também serão realizadas fiscalizações junto aos cafeicultores; produtores de mudas em geral; usinas e produtores de cana-de-açúcar e seus derivados; cultivos de hortaliças – em especial o cultivo protegido em estufas — e de bananas.

As revendas de defensivos agrícolas também serão contempladas pela operação para verificar a regularidade de registro e a presença de responsável técnico nesses espaços, bem como as produtoras de fertilizantes. A comprovação de profissionais habilitados para geração de crédito rural também é parte da competência do Conselho, que observará o cumprimento no estado de São Paulo.

Segundo levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, em 2020 o agronegócio alcançou participação de 26,6% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro (participação que era de 20,5% em 2019). Esse resultado mostra a importância do setor para a economia e desenvolvimento do País.

Balanço de fiscalizações 

Foram 292.257 operações nos últimos oito meses, um novo recorde que ultrapassou o total alcançado em 2021, de 291.234 ações.  De 2015 a 2021, por exemplo, as operações aumentaram cerca de 900%, culminando no número histórico do ano passado.  Para 2022, a meta é chegar a 400 mil ações.

Denúncia   

Crea-SP abre canais em todas as unidades de atendimento para o registro de queixas, além do site; dos telefones 0800 017 18 11 ou 0800 770 27 32 e do e-mail: faleconosco@creasp.org.br.    

São infrações à legislação profissional: a ausência de responsável técnico em projetos, execuções ou prescrições; obras clandestinas; falta de placa na obra ou de identificação de responsável em atividades sujeitas à fiscalização; produção irregular de material ou insumo aplicáveis na Engenharia, Agronomia e Geociências; e outras situações relacionadas à violação do exercício técnico.   

Sobre o Crea-SP - Instalada há 88 anos, a autarquia federal é responsável pela fiscalização, controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais nas áreas da Engenharia, Agronomia e Geociências. O Crea-SP está presente nos 645 municípios do Estado, conta com cerca de 350 mil profissionais registrados e 95 mil empresas registradas.    

Siga o @portaldepinhal no Instagram, no Facebook e no Google News.

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade