Connect with us

Economia

Tempo médio para abertura de empresas no Brasil cai para 23 horas

Pela 1ª vez na história

Publicado

em

O prazo médio para a abertura de uma empresa no Brasil caiu para 23 horas, este é o menor tempo médio já registrado. O patamar atual representa queda de 17 horas (42,5%) em relação ao final do primeiro quadrimestre de 2022, encerrado em abril; e de um dia e 17 horas (64,1%) em comparação com o final do segundo quadrimestre de 2021. Os dados são do Painel Mapa de Empresas, divulgados na sexta-feira (09/09) pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia.

Em julho de 2022, o tempo médio de abertura de empresas no Brasil já havia sido reduzido para um dia e duas horas, retração de cinco horas em relação a junho, quando foi registrado um dia e sete horas.

A queda no tempo médio necessário para a abertura de uma empresa é ainda mais acentuada quando observada a evolução da série histórica. Em relação ao início de 2019, a queda foi de quatro dias e 10 horas (82,2%). Ou seja, atualmente é preciso menos de um quinto do tempo em relação ao início dos registros sobre esse indicador. Os dados sobre o prazo médio contemplam o tempo médio de consulta prévia de viabilidade e o tempo médio de registro da empresa.

Além disso, o atual tempo médio alcança a meta prevista para ser atingida somente em dezembro de 2022.

O material da Sepec mostra também que o país registrou 1.379.163 empresas abertas no segundo quadrimestre de 2022 – aumento de 2% em relação ao primeiro quadrimestre do ano. O país encerrou o mês de agosto com 20.144.767 empresas ativas.

Siga o @portaldepinhal no Instagram, no Facebook e no Google News.

*Com informações do Ministério da Economia.

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade