Connect with us

Turismo

Lugares para comer acarajé na Bahia

O Conexão123 apresenta os melhores locais para quem deseja celebrar o Dia da Baiana do Acarajé degustando a autêntica iguaria baiana

Publicado

em

A culinária da Bahia é esplêndida e faz parte da cultura do povo, influenciada pelos antepassados africanos. As iguarias tradicionais do estado são caracterizadas pelos temperos fortes à base de azeite de dendê, leite de coco, gengibre, pimenta de várias qualidades e muitos outros. 

Publicidade

Uma das comidas típicas da Bahia é o acarajé, com massa à base de feijão-fradinho e diversos temperos, que resultam em um bolinho crocante e extremamente saboroso, que ainda pode vir acompanhado de vatapá, caruru, camarão seco e salada de tomate. 

A baiana do acarajé é uma das figuras mais tradicionais e folclóricas da Bahia. Com sua roupa branca, turbante alto e seus balangandãs, ela se destaca abordando a todos, passantes e principais turistas, com o seu tabuleiro cheio de bolinhos cheirosos, recém-fritos no azeite de dendê.

Publicidade

Em 25 de novembro é celebrado o Dia da Baiana do Acarajé e, para comemorar a data, o Conexão123 elaborou uma lista com indicações de onde comer acarajé na Bahia.

O traje típico das baianas é uma mistura da cultura portuguesa, africana e islâmica | Foto: Divulgação

Onde comer acarajé na Bahia: Acarajé da Cira 

Localizado no Largo da Mariquita, um dos points mais famosos do bairro do Rio Vermelho, o Acarajé da Cira foi eleito o melhor de Salvador

O lugar carrega não só a tradição do bolinho típico, mas também a história da família. O programa Conexão 123 – Expedição Brasil conferiu e pode garantir que é realmente fantástico.

Publicidade

O local também é palco para a Feira Baiana de Cultura e Arte, evento que reúne artesãos de toda a Bahia para apresentar peças artesanais feitas a partir de materiais recicláveis, cerâmica, papéis, entre outros. Um passeio realmente recheado de sabor e cultura.

Para chegar ao Acarajé da Cira, no Rio Vermelho, a melhor opção é táxi ou carro de aplicativo. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 15h às 18h; aos sábados, das 14h à 0h; e aos domingos, das 14h às 22h30.

Publicidade
Nenel experimenta o clássico Acarajé da Cira durante o Conexão123 – Expedição Brasil

Na seção Mobilidade do Conexão123 é possível alugar o melhor veículo de acordo com o estilo de viagem e conferir mais serviços de deslocamento.

Onde comer acarajé na Bahia: Acarajé da Chica

A época da pandemia foi difícil para todos, mas o baiano Agnaldo de Mesquita, mais conhecido como Val, pode ser considerado um profeta. Três anos antes da pandemia, no ano de 2017, o Acarajé da Chica, que leva o nome da sua mãe, se tornava o primeiro acarajé drive-thru do mundo. 

Em uma via marginal da movimentada Avenida Luiz Viana Filho, a Paralela, em frente ao antigo Bahia Café Hall, em Salvador, Val atrai filas de carros à espera de seu quitute, fenômeno esse que cresceu durante a pandemia.

Publicidade

O acarajé vem todo embalado para viagem e acompanhado de copinhos de vatapá, pimenta e camarão. 

O drive-thru funciona de segunda a sexta, das 16h às 20h30; e aos fins de semana, das 10h às 14h.

Publicidade

Onde comer acarajé na Bahia: Acarajé Dáuria e Laura 

Aberto em 1986, o tabuleiro da Dária e Laura com certeza é um sucesso. Vencedora do prêmio de Melhor Tabuleiro de Acarajé Veja Comer & Beber Salvador 2018/2019, Laura diz trabalhar com a iguaria africana desde os 9 anos. Aprendeu com a mãe, Dália Carvalho, hoje com 72 anos, com quem dividiu o tabuleiro quase a vida toda. 

Para quem prefere comer quentinho, por ali mesmo, o estabelecimento também dispõe de mesas para os clientes.

Publicidade

Também há a opção de encomendar pedidos em maior escala, com antecedência.

Esse acarajé fica na Rua Artur Gomes de Carvalho, 246, Pituba, esquina com a Rua dos Maçons, e funciona de segunda a sábado, das 17h30 às 21h.

Publicidade

Onde comer acarajé na Bahia: Acarajé da Dinha 

Era 1944 quando Dinha, aos sete anos de idade, aprendeu com a sua avó Ubaldina de Assis o preparo da famosa iguaria da Bahia. O nome se tornou uma referência cultural na capital baiana de tal maneira que o Largo de Santana passou a ser conhecido como “Largo da Dinha”.

Após seu falecimento, as mulheres da família continuaram com o negócio, e hoje as mesas espalhadas pelo Largo de Santana permanecem lotadas. 

Publicidade

Além do acarajé, há opção de saborear duas sobremesas típicas no local: bolinho do estudante (feito à base de leite de coco e tapioca) e as cocadas, com diversas variedades: coco branco, coco queimado e até de amendoim, um dos mais pedidos. 

O acarajé da Dinha fica localizado no Largo de Santana, s/n, Rio Vermelho, e funciona de segunda a quinta, das 15h às 22h; sextas, das 15h às 22h30; sábados, das 13h às 22h30; e domingos, das 12h às 22h.

Publicidade
O acarajé é servido ‘quente’ ou ‘frio’, ou seja, com muita ou pouca pimenta | Foto: Divulgação

Conexão123

Conexão123 é uma plataforma completa de experiências de viagens da 123milhas, com informações focadas em história, cultura e gastronomia. Aqui você encontra dicas sobre atrativos, lugares para viajar e se hospedar pelos melhores destinos turísticos do Brasil e do mundo. E você também pode adquirir e agendar passeios, comprar ingressos em parques temáticos, contratar transfer, além de aproveitar descontos e benefícios em diversos produtos e serviços turísticos.

Siga @portaldepinhal no Instagram, no Facebook e no Google News.

Publicidade

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade