Connect with us

Política

Autorizado! Governo de SP vai investir R$ 106 milhões para construção de 8.700 casas

Aporte será destinado ao financiamento para a aquisição de unidades que serão instaladas em 30 cidades paulistas

Publicado

em

Autorizado! Governo de SP vai investir R$ 106 milhões para construção de 8.700 casas
© Foto: Governo do Estado de SP

O Governo de São Paulo vai destinar R$ 106,8 milhões para financiar o sonho da casa própria para mais de 8,7 mil famílias paulistas. Nesta quarta-feira (22), o governador Tarcísio de Freitas assinou a autorização para a concessão de recursos para subsidiar a aquisição de 8.711 imóveis em 30 cidades do Estado.

Municípios beneficiados

MunicípioQuantidade de empreendimentosEstoque de unidadesValor total do aporte R$
Araçatuba284840.000
Araraquara89259.250.000
Bady Bassitt13463.460.000
Botucatu31971.970.000
Bragança Paulista182820.000
Campinas31471.911.000
Carapicuíba2861.118.000
Garça127270.000
Hortolândia124312.000
Itapetininga11652.145.000
Itu2791.027.000
Jardinópolis154540.000
Jaú14004.000.000
Lençóis Paulista178780.000
Marília54584.580.000
Monte Mor184840.000
Ourinhos244440.000
Piracicaba67708.470.000
Praia Grande176988.000
Presidente Prudente32012.010.000
Regente Feijó173730.000
Ribeirão Preto145585.000
Salto De Pirapora23673.670.000
Santa Bárbara D’oeste21381.794.000
São José Do Rio Preto88529.372.000
São José Dos Campos11782.314.000
São Paulo172.35537.680.000
Sorocaba31562.028.000
Suzano2831.079.000
Votorantim21371.781.000
Total Geral858.711106.804.000

“Uma das nossas metas é aumentar a provisão de habitação por meio da ação da CDHU em parceria com a iniciativa privada. E é isso que estamos celebrando, em que o Estado ajuda as famílias de baixa renda a conquistarem o financiamento da casa própria. Temos o melhor setor de construção do Brasil e seremos facilitadores para atacarmos o déficit habitacional do Estado”, afirmou Tarcísio de Freitas.

Assinatura de Autorizo para contratação de 8.700 UHS - CDHU

Leia também: Governo de SP publica decreto de pagamento do piso para professores

Os recursos serão aportados por meio do Programa Casa Paulista, na modalidade Nossa Casa, que fornece cheque-moradia a famílias com renda mensal de até três salários-mínimos para a aquisição de unidades habitacionais (UHs) em empreendimentos aprovados pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (SDUH). Essa modalidade é um subsídio concedido pelo Governo do Estado para o abatimento do valor final do contrato de financiamento do imóvel junto às construtoras.

Podem solicitar acesso ao Nossa Casa as famílias que se enquadrarem nos critérios do programa e devidamente aprovada pela Caixa Econômica Federal, que concede o financiamento habitacional das moradias. O valor do subsídio varia de acordo com a localização do imóvel, variando de R$ 10 mil a R$ 16 mil.

“Vamos apoiar as famílias a acessarem o crédito e que elas possam entrar no mercado formal para comprar o imóvel diretamente do mercado. Estamos dando apoio direto para o mutuário, para que eles possam comprar suas casas dentro dos seus rendimentos. Esse apoio é a forma mais estruturante de diminuir o déficit habitacional”, destacou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Branco.

Leia também: SP vai investir R$ 150 milhões em programa esportivo de ‘caça-talentos’ nas escolas

O comprador pode contar ainda com subsídios federais e utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no financiamento habitacional, quando disponível. Desta forma, o valor das prestações fica compatível com a capacidade de pagamento das famílias.

Também participaram do ato o secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Lima; e o presidente do Sindicato das Empresas de Compra, Venda e Administração de Imóveis (Secovi-SP), Rodrigo Luna.

Fonte: Portal do Governo SP

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade