Connect with us

Espírito Santo do Pinhal

Sabesp alerta que 80% dos entupimentos na rede de esgoto são causados por descarte irregular de lixo

Somente neste ano, foram realizadas mais de 1,4 mil desobstruções de rede em Franca e região. Equipes encontram de preservativos e fraldas descartáveis até peças íntimas na tubulação das cidades

Publicado

em

Sabesp alerta que 80% dos entupimentos na rede de esgoto são causados por descarte irregular de lixo
© Foto Divulgação

Sabesp alerta que 80% dos entupimentos na rede de esgoto são causados por descarte irregular de lixo
Foto: Divulgação | Sabesp

A Sabesp realiza um trabalho contínuo de limpeza preventiva na rede coletora de esgoto para evitar obstruções e extravasamentos nas ruas e residências. Contudo, apesar desse cuidado da Companhia, em Franca e cidades da região é comum as equipes encontrarem nas tubulações materiais que não deveriam estar lá como: preservativos, absorventes, embalagens plásticas, pedaços de pano, estopas, fraldas descartáveis e até peças íntimas, como calcinhas e sutiãs. Estima-se que esse descarte irregular é responsável por cerca de 80% dos casos de entupimento, que causa transtornos à população.

LEIA TAMBÉM: Sabesp de Pinhal reúne comunidade para ensinar sobre preservação do meio ambiente e soltura de peixes

Publicidade

Nesta semana, em Franca, a equipe da Sabesp encontrou até um cachorro morto obstruindo a rede de esgoto no Jardim Paulistano. As equipes da Sabesp acreditam que ele foi lançado em um PV (poço de visita), que fica nas ruas e dá acesso à tubulação.

O lançamento de materiais em vasos sanitários e ralos ocasiona sérios transtornos aos próprios moradores, como extravasamentos, mau cheiro, aparição de pragas urbanas e até prejuízos à saúde humana.

Publicidade
Sabesp alerta que 80% dos entupimentos na rede de esgoto são causados por descarte irregular de lixo 2
Foto: Divulgação | Sabesp

A Sabesp alerta que é muito simples contribuir e assim evitar problemas. A regra mais importante é sempre se lembrar que lugar de lixo é no lixo.

O papel higiênico não deve ser jogado no vaso sanitário. Grandes quantidades do papel podem gerar blocos que obstruem a rede de esgoto; o mesmo acontece com outros objetos que não se dissolvem na água.

LEIA TAMBÉM: Com laboratório especializado, Sabesp mantém controle rigoroso da qualidade da água que serve à população

Publicidade

Outro grande vilão é óleo de cozinha. Este nunca deve ser descartado nos ralos, pois ocasiona obstrução das redes, uma vez que gera placas de gordura semelhantes ao concreto nas tubulações.

Até julho deste ano, na região de Franca, que inclui as cidades de Altair, Buritizal, Colômbia, Guariba, Icém, Igarapava, Itirapuã, Jaborandi, Jeriquara, Miguelópolis, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Rifaina e Terra Roxa,  a Sabesp executou 1.482 desobstruções em redes de esgoto, sendo 940 somente no município de Franca.

Publicidade

A Companhia estima que 80% dos entupimentos das tubulações ocorreram pelo descarte irregular de objetos; as demais ocorrências são por desgastes naturais da infraestrutura – tubulações – ou por obras em vias públicas. Após retirar os materiais das redes, a Sabesp dá a destinação correta a eles e encaminha para os aterros sanitários das cidades.

Nunca descarte em vasos sanitários e ralos:

  • Absorventes
  • Bitucas de cigarro
  • Embalagens
  • Fio dental
  • Fraldas descartáveis
  • Óleo de cozinha
  • Papel higiênico
  • Preservativos
  • Sacolas plásticas

A Sabesp executa a desobstrução das redes de esgoto com equipes treinadas e equipamentos de alta pressão. O serviço pode ser solicitado através da Agência Virtual (www.sabesp.com.br) e pelo Disque Sabesp 0800-055 0195.

Publicidade

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.