Connect with us

Agronegócio

Agrishow: turismo deve movimentar R$ 621 milhões e atrair 200 mil visitantes, revela levantamento

Com meios de hospedagem lotados em Ribeirão Preto e restaurantes com reservas antecipadas, destinos do entorno também se beneficiam com a feira agrícola

Publicado

em

Agrishow Evento
© Foto: Celio Messias | Governo de SP

Maior feira agrícola do Brasil, a Agrishow deverá movimentar R$ 621 milhões em atividades ligadas ao turismo entre o final de abril e o início de maio na região de Ribeirão Preto. A estimativa é do Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), ligado à Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo. A 29ª edição do evento deverá atrair 200 mil visitantes, 50 mil a mais que no ano passado. 

LEIA TAMBÉM: Vitrine de inovações, Agrishow 2024 reunirá mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais durante os cinco dias de evento

O faturamento deverá ser registrado por atividades comerciais e serviços ligados ao turismo, como meios de hospedagem, restaurantes e bares. Os estabelecimentos de Ribeirão Preto estenderam horários de atendimento e já trabalham com reservas para o período da Agrishow. Segundo a prefeitura, a rede hoteleira está praticamente lotada. 

A maioria dos visitantes da feira não mora em Ribeirão Preto (88,75%), de acordo com pesquisa realizada pelo CIET em 2023. Uma parcela considerável do público aproveita atrações como gastronomia (45,34%), bares e vida noturna (18,63%), visita a Agrishow durante dois dias e também se hospeda em cidades próximas, movimentando a economia de toda a região. 

Com grande apelo rural, cultural e gastronômico, Ribeirão Preto é a maior cidade da região turística Raízes do Campo e fica próxima de municípios muito visitados, como Brodowsky, berço do pintor modernista Portinari; Mococa, que preserva a arquitetura do ciclo do café; e Guariba, famosa pela tradição caipira das cavalgadas.  

Os destinos rurais estão entre os mais procurados pelos viajantes no Brasil, com crescimento de cerca de 30% ao ano no país, segundo o Sebrae. O segmento caminha lado a lado com a gastronomia, que hoje projeta São Paulo como um dos principais destinos turísticos do mundo – há mais de 1,2 mil propriedades rurais cadastradas para visitação e 10 rotas gastronômicas consolidadas no território paulista.

Siga o Portal de Pinhal no Google News e receba alertas sobre as principais notícias.

Publicidade